Homem, jovem, classe B, com smartphone: o perfil do ouvinte de podcast no Brasil

O ouvinte de podcast no Brasil deixou de ser uma minoria misteriosa e amorfa. Alguns dos podcasters mais relevantes do Brasil, como Luciano Pires, do Café Brasil, e Léo Lopes, da Radiofobia, se uniram à rádio CBN para realizar a quarta edição da Podpesquisa. A amostra é enorme: 22.993 respondentes.

A iniciativa de Luciano e Léo vai além da pesquisa. Juntos, eles estão buscando formalizar e relançar a Associação Brasileira de Podcasters (ABPOD), que andou inativa. Agora ressurge nessa parceria para a pesquisa com a CBN, que não é apenas uma das principais emissoras de rádio do Brasil, mas é a que parece ser a maior adepta do podcast.

Os resultados do estudo foram apresentados na sexta-feira, em São Paulo. Resumi quem é o ouvinte brasileiro em 14 insights:

  1. 84% das pessoas que ouvem podcasts são homens.
  2. A maioria é jovem: 67% têm entre 23 e 39 anos de idade; e 25%, menos de 23.

  3. O ouvinte é instruído, uma vez que 33% têm curso superior completo e 29%, incompleto. Outros 15% têm pós-graduação e 6%, mestrado ou doutorado.

  4. 56% são solteiros.

  5. Oito em cada dez são economicamente ativos. A maioria pertence à classe B (60%), seguida da C (26%) e da A (9%).

  6. As pessoas ouvem podcast enquanto fazem alguma outra coisa, como se deslocando em transporte público ou particular (79%), ocupadas em tarefas domésticas (68%), malhando (46%), trabalhando (39%), navegando na web (39%) ou se preparando para dormir (35%).

  7. Esqueça a ideia de pedir para o ouvinte digitar um endereço e visitar seu site, já que 92% ouvem podcast do smartphone, 26% escutam pelo computador e 17%, no carro.

  8. Os agregadores mais usados são Podcast Adict, iTunes, Google Podcasts, Pocket Casts e Spotify.

  9. Os ouvintes são assíduos, com média de 2h52 por dia dedicadas a isso. Isso talvez explique por que 42% preferem programas com 1h a 1h30 de duração. Em segundo lugar (25%), aparecem episódios com 30 a 60 minutos. E 80% concordam que a frequência ideal é semanal.

  10. Seis em cada dez já compraram algum produto anunciado após ouvir um podcast. Eles prestam especial atenção quando o anúncio tem a ver com o tema.

  11. A maioria (51%) ouve podcast todos os dias ou de três a seis dias por semana (33%). E, quando começa a ouvir um episódio, nove em cada dez não param no meio. Eles escutam até o fim.

  12. A maioria (43%) acompanha de um a cinco podcasters no dia a dia. Outros 29%, de seis a dez. O que mais os motiva na escolha do podcaster é poder se divertir (88%), aprender coisas novas (81%) e se informar (79%).

  13. O formato de debates é o preferido por 75%, seguindo de apresentador único (67%) e entrevista (56%).

  14. Os pontos mais valorizados são conteúdo (94%), grau de entretenimento (77%), qualidade do áudio (75%) e frequência da publicação (48%).

Takeaway

O típico ouvinte de podcast no Brasil é homem de menos de 40 anos, de classe B, com instrução e economicamente ativo. Ele usa smartphone para escutar programas enquanto faz alguma outra atividade.∞