Nós adoramos o Twitter, mas o fato é que ele entrou em decadência

O Twitter foi uma das primeiras redes sociais a fazer sucesso no Brasil. Ganhou popularidade em 2008, dois anos depois de ter sido criado. Fez sucesso depois do Orkut e antes do Facebook por aqui.

Hoje, porém, há uma sensação de que o Twitter entrou em decadência. Não é apenas uma impressão. É fato. O Statista registra o número de usuários ativos do Twitter a cada trimestre. Pela primeira vez desde 2010, são registradas duas quedas consecutivas.

Nós adoramos o Twitter, mas o fato é que ele entrou em decadência

O gráfico mostra que, no primeiro trimestre de 2010, eram 30 milhões de usuários ativos ao redor do planeta. Dali até 2015, o aumento foi de mais de dez vezes, saltando para 300 milhões. Mas depois disso se estabilizou.

No primeiro trimestre de 2018, eram 336 milhões. Ou seja, um crescimento de cerca de 10% nesses três anos. No segundo trimestre, a marca caiu para 335 milhões. No terceiro, 326 mi, mesmo patamar de meados de 2017.

Takeaways

O Twitter teve crescimento explosivo, até 2015, mas cresceu pouco depois disso. E, em 2018, o número de usuários ativos entrou em declínio, voltando para o mesmo patamar de 2017.∞

Cassio Politi

Sobre o autor: Cassio Politi é fundador da Tracto. Implantou programas de content marketing em empresas do Brasil e em multionacionais. Autor do primeiro livro em língua portuguesa sobre content marketing, publicado em 2013, é o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. Desde 2016, é palestrante em eventos no Brasil e no Exterior, normalmente apresentando cases bem-sucedidos de seus clientes.