Para 72% dos profissionais de marketing, conteúdo é o elemento que mais pesa em SEO

Produzir conteúdo relevante é a melhor maneira de obter ranqueamento orgânico no Google. A afirmação é do site americano Boot Camp Digital, que em junho de 2018 compilou 11 estatísticas importantes de SEO. Um desses dados foi levantado por uma pesquisa Infusion Soft e mostra que 72% dos profissionais de marketing entendem que a produção de conteúdo com qualidade e profundidade seja a melhor tática de SEO.

A percepção dos profissionais apenas bate com aquilo que o próprio Google vem sinalizando há pelo menos três anos. Até 2015, o sistema de ranqueamento do Google era feito exclusivamente pelo algoritmo Panda, que se baseia nas pesquisas feitas por usuários de forma mais matemática do que interpretativa.

No entanto, em 2015, o Google lançou o sistema RankBrain, que acrescentou a inteligência artificial à forma como os resultados são organizados e ranqueados.

O DINO explica de forma sucinta e clara o funcionamento do Panda e do RankBrain:

“O Google utiliza o Panda como o algoritmo que processa os dados das 3,5 bilhões de pesquisas diárias feitas por seus usuários. O RankBrain é a aplicação de uma forma de inteligência artificial capaz de “aprender” como os usuários se comportaram nas buscas passadas — e, assim, antever como se comportarão de agora em diante.”

Conclusão: o aspecto técnico ainda importa em SEO, mas é o conteúdo quem tem maior peso, uma vez que o Google já é capaz de interpretar o conteúdo das páginas imitando o cérebro humano.∞