Apple: para fazer barulho nas redes sociais, não é preciso estar nelas

Consultores de comunicação digital costumam pregar que toda empresa deve manter perfis ativos em redes sociais. No entanto,  o consultor americano Mark Bonchek tem uma visão um tanto diferente. Segundo ele, o desafio das marcas não é influenciar as pessoas nas redes sociais, mas o diálogo entre elas, como mostra o gráfico abaixo. Para tanto, a empresa não precisa necessariamente ter perfis em redes sociais.

Um estudo da revista britânica Marketing Magazine reforça o conceito de Bonchek. A revista comparou as menções dos Smartwatches (relógios com funções similares às de smartphones) nas redes sociais. O Apple Watch, único cuja marca não tem perfis em redes sociais, lidera com mais da metade das menções em maio de 2015:

Apple para fazer barulho nas redes sociais, não é preciso estar nela 1

O estudo da Marketing Magazine afere, ainda, a reputação alcançada pelo Apple Watch num indicador chamado de Social Media Reputation, cuja escala vai de 0 a 100 pontos. Eis o andamento entre fevereiro e maio de 2015:

  • Fevereiro: artigos do Daily Mail e do The Wall Street Journal noticiaram a decisão da Apple de tirar de seus smartwatches os sensores de saúde uma vez que têm funcionamento prejudicado em pessoas com muitos pelos ou com pele seca. Nesse momento, a reputação do dispositivo nas redes sociais alcançou 70 pontos.
  • Março: a Apple lançou oficialmente o Apple Watch no dia 9. O índice subiu então para 81 pontos.
  • Abril: o CEO da Apple, Tim Cook, publicou em seu perfil no Twitter (@tim_cook) uma foto sua testando o dispositivo ao lado de uma consumidora. Foi uma forma de anunciar que é possível testar o aparelho em lojas da marca. A reputação se manteve na mesma faixa do mês anterior — 80 pontos.
  • Maio: a revista de cultura Complex publicou no dia 3 um artigo que revela que o custo de produção de uma unidade do Apple Watch é apenas US$ 84, o que indica que a margem obtida pela empresa é enorme. O índice de reputação subiu para 82 pontos.

May – 82, One of the most popular articles on the Apple Watch in May was by Complex, an arts and culture magazine, which revealed that it would cost Apple only $84 to make. The cost of the product drove online conversation, as an infographic published by The Wall Street Journal showed the price of every component.∞