e-Book: a tendência já é realidade

Quando fizer planejamento de Content Marketing, considere usar o e-book como um aliado para atingir seu público-alvo.

Nos Estados Unidos, de cada dez adultos norte-americanos, dois escolheram as telas de tablets para consumir livros em 2011. O crescimento das estantes virtuais se explica no comportamento das pessoas. Em geral, quem ainda não tem iPad pretende comprar um. E quem já tem não larga mais.

Um estudo da consultoria Frank N. Magid Associates confirmou essa percepção ao aferir que 66% das pessoas preferem ler em tablet a ler em PC. A pesquisa observa, ainda, que iPad, Kindle e afins têm três finalidades básicas: navegação, notícias e leitura.

Embora ler livro em tela seja um hábito incipiente, o e-book já é uma ferramenta poderosa de Content Marketing. A razão é simples: livros eletrônicos focados em assuntos específicos tendem a ganhar relevância em seus segmentos.

Um no outro, o outro em um
A integração entre dispositivos e aplicativos é outro fator que fomenta essa mudança de hábito. Experimente comprar um livro na Amazon. Você poderá optar por recebê-lo impresso ou por fazer download. Um detalhe: ambos têm o mesmo preço.

Se tiver o aplicativo do Kindle instalado em seu iPad, a opção pelo download representará não apenas economia de tempo, mas de cliques. Assim que a compra for aprovada na Amazon, o download do livro será feito instantaneamente no aplicativo do Kindle.

(Sim, você leu direito no parágrafo acima: é aplicativo de Kindle no iPad mesmo. Isso faz imaginar um lote de Pepsi num caminhão da Coca-Cola. Talvez o mercado de refrigerantes ainda não tenha alcançado o mesmo nível de integração que o mercado de tecnologia…)

Formatos dos arquivos
Por enquanto, e não se sabe até quando, um mesmo título de livro precisa ser produzido em pelo menos três formatos: Mobi, e-Pub e PDF. Os dois primeiros servem para leitura em tablets. Apesar de ser pobre em recursos, o PDF é importante por ser o mais democrático. Abre em qualquer computador.

Para quem pretende lançar um e-book, uma dica é baixar o programa Calibre. É gratuito, mas demanda um pouco de persistência para dominá-lo. Seu principal benefício é transformar um arquivo simples de Word em um e-book nos formatos mais usados pelas livrarias online. Colocá-los à venda nas livrarias já é uma outra história para um outro post.∞

Cassio Politi

Sobre o autor: Cassio Politi é fundador da Tracto. Implantou programas de content marketing em empresas do Brasil e em multionacionais. Autor do primeiro livro em língua portuguesa sobre content marketing, publicado em 2013, é o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. Desde 2016, é palestrante em eventos no Brasil e no Exterior, normalmente apresentando cases bem-sucedidos de seus clientes.