Dicas para usar o sistema de anúncios do Facebook

Anúncios no Facebook são uma modalidade em crescimento. Uma das grandes vantagens é o alto grau de segmentação que essa modalidade permite fazer. Uma mão na roda para quem precisa vender produtos e serviços pela web.

O relatório The 2012 Facebook Ads Report foi publicado recentemente e traz dados importantes sobre essa modalidade de publicidade online.

Como funciona
Se você for usuário assíduo dos anúncios do Facebook, pule este tópico e vá direto para o próximo (“Dicas”). Caso contrário, entenda como funcionam os anúncios do Facebook.

A empresa anunciante primeiro define o que quer promover (página, produto, post etc) e para qual público. Essa segmentação leva em conta 16 critérios, tais como idade, gênero, localização geográfica, interesses, nível escolar e outros.

Em seguida, a empresa define um orçamento a campanha. Ela determina quanto pretende gastar por dia. Cada campanha pode ter quantos anúncios quiser. Num mesmo dia, eles serão exibidos até que o orçamento se esgote. Por exemplo, uma empresa que investir R$ 100 por dia terá sua campanha exposta menos tempo ― ou menos vezes ― do que uma que investir R$ 300 diários. Esses valores são cobrados semanalmente em cartão de crédito.

Dicas
Das várias dicas apresentadas no estudo, destacamos estas cinco:

  1. Segmente por idade. Há uma diferença significativa na percepção de resultado entre anunciantes que usam idade como critério de segmentação e entre os que não usam.
  2. Histórias patrocinadas costumam ter maior taxa de clique e interação do usuário (comentários e curtições).
  3. Crie novos anúncios a cada dois ou três dias, pois a vida útil de um anúncio costuma ser de 72 horas, sobretudo quando são histórias patrocinadas.
  4. 68% dos anunciantes apontam a mensuração de resultado como o grande desafio. Use os dados fornecidos pelo próprio Facebook, além de análise de audiência de site e vendas, para entender os resultados.
  5. Existem duas formas de cobrança do Facebook. A mais usada é o CPC (custo por clique), em que o anunciante paga um determinado valor cada vez que um usuário clica em seu anúncio. Outra forma é o CPM (custo por milhar), em que a empresa paga um valor menor do que o CPC para cada lote de mil exibições do anúncio. Para empresas pequenas, com menos de mil fãs em sua página, o ideal é optar pelo CPM.

Acesso ao relatório
O The 2012 Facebook Ads Report está disponível para download gratuitamente. Para ter acesso a ele, acesse diretamente a página do Social Fresh, autor do documento.