Quais sentimentos têm mais chance de ganhar efeito viral?

A Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, analisou artigos publicados pelo jornal New York Times que foram espontaneamente compartilhados por e-mail pelos seus leitores.

O estudo foi intitulado What Makes Online Content Viral (O que faz o conteúdo online viralizar, em português). Dentre as conclusões, duas chamaram a nossa atenção.

A primeira: artigos mais extensos tendem a ser mais compartilhados.

A segunda: alguns sentimentos estimulam a viralização mais do que outros, como ansiedade, medo e raiva. Tristeza viraliza menos. É o que mostra o gráfico abaixo.

Sentimentos que mais viralizam no NYT segundo a Universidade da Pensilvania - by Tracto

O Social Media Today fez análises mais detalhadas do estudo. Vale a pena ler (em inglês).∞