O mercado de content marketing dos EUA na visão de uma brasileira

O jovem norte-americano se prepara mais intensamente do que o brasileiro antes de procurar o primeiro emprego. O reflexo disso talvez esteja nas redes sociais. O nível do debate entre as pessoas no Facebook é melhor ente americanos e brasileiros.

Essa constatação me chamou a atenção na conversa que tive com a Lisandra Maioli, jornalista brasileira que atua no mercado de comunicação digital dos Estados Unidos. Hoje ela está na Talent House, uma empresa focada em concursos culturais na California. Segundo ela, o processo seletivo por lá é muito mais rigoroso do que aqui. Existem, sim, oportunidades para jovens à procura de um emprego. Mas, diferentemente daqui, lá não basta ser popular no Twitter ou estar cheio de amigos no Facebook. Uma pós logo após formar-se na graduação é uma opção comum.

A conversa com a Lisandra está na edição número 7 do podcast Content Marketing Brasil, que você ouve abaixo.∞

Cassio Politi

Sobre o autor: Cassio Politi é fundador da Tracto. Implantou programas de content marketing em empresas do Brasil e em multionacionais. Autor do primeiro livro em língua portuguesa sobre content marketing, publicado em 2013, é o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. Desde 2016, é palestrante em eventos no Brasil e no Exterior, normalmente apresentando cases bem-sucedidos de seus clientes.