Por que o Facebook não vale mais a pena?

Solving a media puzzleO texto abaixo foi publicado pelo site canadense Smedio, de Calgary, no Canadá. É de autoria de Maria Mincey. Fizemos uma tradução livre do artigo, originalmente intitulado “Why Facebook Marketing isn’t Worthwhile Anymore“.


O Facebook começou a fazer incursões no mundo dos negócios apenas alguns anos depois do seu lançamento para o público como uma plataforma de interação social e reacender velhas conexões.

Em um curto espaço de tempo, o Facebook tornou-se o bochicho e nós, como consumidores, nos vimos presos ao frenesi de curtidas e compartilhamentos. Marcas foram ao delírio com o fato de um post remotamente interessante ajudá-los a ganhar cada vez mais seguidores, que podem ou não pode se converter em clientes, mas a marca estava ganhando reconhecimento de um grupo maior. Esse era um ótimo motivo para se entrar nesse reino.

Agora, por que é que eu uso o verbo no passado em tudo a que me referi no último parágrafo? Bem, ainda que o marketing no Facebook esteja muito vivo, está faltando seriamente uma linha de frente. Hoje, em 2014, profissionais de marketing têm percebido que os resultados obtidos são 300% menor do que os que foram colhidos com técnicas semelhantes apenas um ano atrás. Agora, se você se fixar nos algoritmos do Facebook ― ou simplesmente à falta de meios para alcançá-los ―, a promoção orgânica vai mais ou menos se transformando em um desperdício de tempo e de esforços.

Páginas do Facebook pareciam ótimos lugares para promoção
O primeiro passo do marketing no Facebook tem sido criar uma página de marca que contém uma imagem do logotipo e alguma imagem aleatória na linha do tempo, que também representa a marca. Nessas páginas, você criar e publicar alguns posts acerca de sua marca ou indústria, que também mexerá com os usuários e os fará compartilhar os posts com seus amigos. Isso ajuda você a atrair mais olhares e a maximizar o seu alcance via Facebook, que, aparentemente, se orgulha de um grande número de usuários em todo o globo.

Onde começou a perder o rumo?
Atualizações! Como se não bastassem as atualizações do Google, o Facebook faz vez ou outra suas próprias atualizações, que são tudo, menos encorajadoras para os profissionais de marketing. Talhando as perspectivas e a taxa de sucesso do início, as atualizações fizeram com que os esforços feitos por nós nos rendessem resultados muito mais pobres do que os resultados orgânicos que obtivemos no passado.

Isso tem mais ou menos a ver com o esforço deles de ganhar mais e mais dinheiro. A menos que você pague por anúncios, você não está apto a ganhar muito.

Digamos que a sua fan page tenha 10.000 seguidores. Você apostaria que quantos deles veem cada um de seus posts? Bom, normalmente o post não ficará visível para nem sequer 50 seguidores se ele não conseguir nenhum compartilhamento ou curtida. Seus 10.000 seguidores não verão o seu post em suas News Feeds e a única chance que você tem para fazê-lo visível para mais gente é promovendo o post. E aí as visualizações extras que você obterá não virão dos seus seguidores, mas daqueles que não seguem a sua página e caíram nela depois que você começou a promoção.

Assim, da mesma forma como as visitas como essas dificilmente servirão a qualquer propósito, a presença de sua marca no Facebook também estará em cheque. Se você tivesse de desembolsar uma grande quantidade de dinheiro, você poderia fazer isso de qualquer forma ― com ou sem o Facebook. Há diversas outras maneiras em que o dinheiro investido em anúncios visando a gerar tráfego extra são mais diretas e, portanto, mais eficazes. Não me interprete mal: se você está considerando gastar mais, há muitas maneiras mais eficazes de fazer o Facebook funcionar para você

Não, postar em grupos no Facebook e em fan pages também não funcionam mais
Houve um momento em que você postou um artigo sobre comida exótica em grupos no Facebook de Culinária e Alimentos para, em questão de minutos, ter centenas de visitas e compartilhamentos. Isso ainda acontece? Provavelmente, não. E se você estiver se perguntando por que repentinamente está enfrentando a seca, o Facebook provavelmente puniu você e fez suas mensagens ficarem visíveis para cada vez menos pessoas, mesmo dentro desse grupo.

As alternativas
Agora é a hora em que outras plataformas, como Twitter e Google Plus, se confirmam como mais úteis. É verdade que gastar alguns trocados traz resultados em maior volume, mas você não tem de colocar seu cartão de crédito na equação, uma vez que pode obter tráfego de boa qualidade por meio de rotinas e processos recomendados em social media marketing.

O Google Plus, em particular, certamente merece mais importância do que normalmente tem. Embora o Google Plus seja uma plataforma popular, novos profissionais de marketing e webmasters imediatamente focam no Facebook quando começam os seus esforços para criar um blog e promovê-lo em diferentes plataformas.

O que eles precisam é de foco numa estratégia de marketing para o Google Plus, que é algo que eles talvez estejam perdendo. Google Plus não é uma plataforma que você possa se dar ao luxo de ignorar.

Você não apenas está mais propenso a atrair mais atenção para o seu blog, mas também está mais bem preparado para o tráfego de busca. Bem, o Google pode não afirmar oficialmente, mas observações têm constatado que, caso seu site tenha uma presença razoavelmente boa no Google Plus, ele estará mais propenso a ser indexado com um grau mais alto de predomínio pelos motores de rastreamento do Google. E isso, por si só, faz o ingresso no G+ valer a pena.

Além disso, o G+é permeado por comunidades relacionadas e gêneros ou temas específicos nos quais você pode entrar e onde pode promover seus posts. Digamos que você seja um blog de entretenimento e humor  do estilo do Leisure Martini, que fala sobre poesia, humor, cinema e muito mais. Agora, com esse tipo de blog, você tem uma gama muito maior de opções. Entre nas comunidades de cinema, nas comunidades de humor e em outras relacionadas, e poste lá a URL do seu site para desenvolver a máxima influência nesses grupos.

Se depois de tudo o que foi listado acima, o blog não repercutir, ele provavelmente está se beneficiando do Facebook; ou, mais provavelmente, está de olhos e ouvidos atentos. Se este for o seu caso, é hora de mostrar alguma urgência, sem ficar pilhado.∞

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se