O conteúdo da crise hídrica em São Paulo

Crise-hidrica-782x1024

Tenho observado há algum tempo como o governo de São Paulo tem trabalhado os conteúdos para informação ou conscientização da população sobre a crise hídrica ou, trocando em miúdos, a falta d’água. Acho que a principal preocupação do governo de São Paulo tem sido camuflar o problema com o qual já estamos lidando o que, na minha opinião, não é nem de longe o melhor caminho para quem precisa contar com a compreensão da população para evitar estado de calamidade.

Vejamos a página que a Sabesp criou para que os clientes calculem o quanto estão gastando, margem de bônus, etc. Chama-se Calculadora de Sonhos. A campanha que eles estão tentando criar (sem grandes adesões, até onde posso observar) chama-se Guardião das Águas. Não sei quem são os responsáveis por isso, ou o que esperavam, mas parece campanha malfeita de comunicação interna para incentivar os funcionários a vestir a camisa da empresa. Duvido muito que produza algum efeito em uma população como a cidade de São Paulo.

Não acho que a comunicação por conteúdo teria que ir pelo lado do terror, mas também não precisava caminhar para o mundo da fantasia. Acho que uma linha mais informativa, precisa e séria seria o mais adequado no momento. Veja, por exemplo, o post de Facebook do Governo do Estado de São Paulo e a escolha cuidadosa de palavras que faz com que o assunto pareça pouco relevante e absolutamente protocolar na agenda do governador: “Abastecimento. Alckmin discute em Brasília medidas para amenizar a crise hídrica.”

Governo-do-Estado-de-Sao-Paulo

O governo do Rio de Janeiro, que enfrenta problemas semelhantes, foi mais ágil em falar do problema como problema em suas redes sociais, com um discurso mais direto e menos cheio de rodeios como: Água é mais. Economize! Ao escovar os dentes, economize 3 litros de água com a torneira fechada e com uso de copo para enxaguar a boca. Justiça seja feita, tem um material semelhante, uma espécie de infográfico com essas dicas também, mas tem que estar muito a fim para encontrar porque está bem escondidinho.

Governo-Rio-de-Janeiro-3

Governo-Rio-de-Janeiro-2

Comecei a fazer esse acompanhamento dos conteúdos porque desde sempre acho bastante irresponsável o caminho que o governo de São Paulo escolheu para lidar com essa situação, a começar pelo nome: crise hídrica. Desculpa, governador, mas quando eu chego em casa de noite e não consigo tomar banho antes de dormir porque a pressão já foi reduzida, o que eu interpreto é falta de água mesmo.


A ilustração para o post foi feita pelo pessoal do Estúdio Ornitorrinco. Logo mais mostraremos conteúdos que a Cabrun! está produzindo para eles, que fundaram a Galeria Ornitorrinco, primeira galeria de ilustração do Brasil. Trabalho delícia que pintou por aqui!


Ana Carolina Barbosa (@ana2302) é sócia e diretora criativa da Cabrun! (@cabrunconteudos), agência de content marketing especializada em conectar marcas e pessoas por meio da gestão de conteúdos. É jornalista, especialista em mídias institucionais e em branding. Tem expertise no mercado de mídia e entretenimento, tendo atuado em publicações voltadas para o mercado audiovisual.

→ Veja todos os artigos de Ana Carolina Barbosa na Tracto.
 

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se