O que dizem os manuais de redes sociais para órgãos públicos: 13 anotações

Quais as melhores práticas de comunicação em ambientes digitais, especialmente redes sociais, para instituições públicas? Para responder a esta pergunta, elaboramos aqui, na Tracto, um minucioso levantamento: pouco mais de 50 documentos de oito países, como manuais, guias de boas práticas, políticas de uso, entre outros.

Uma síntese deste estudo, que será divulgado em breve, foi apresentada nesta terça-feira (10), em um webinar. A apresentação, que pode baixada pelo SlideShare, pontua as 13 principais questões comuns a todos os manuais consultados. São elas:

  1. Antes de tudo, defina objetivos alinhados à missão da instituição.
  2. Conheça o público-alvo de cada ação de comunicação. Dê um motivo para as pessoas quererem acessar o seu conteúdo. Ser a fonte oficial não basta.
  3. Estabeleça políticas claras: atribuições e processos.
  4. Pense na instituição como uma empresa de mídia. Seja útil.
  5. Seja simples.
  6. Defina muito bem os objetivos da comunicação e de cada tática de distribuição de conteúdo adotada.
  7. O site da instituição é o agregador de conteúdo central: faça links dele para as redes sociais.
  8. Experimente variar o conteúdo utilizando recursos multimídia.
  9. Estabeleça condutas para colaboradores de todas as áreas.
  10. Interação é uma forma de aproximação com o cidadão.
  11. Crises devem ser evitadas. Quando se instalam, devem ser cuidadosamente gerenciadas.
  12. Apresente resultados.
  13. Prepare seus dados para que fiquem abertos.∞

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se