Vai realizar um webinar? Então, veja estas dicas.

Antes de entrar em contato com uma empresa, um cliente busca informações sobre ela. Quer saber, entre outras coisas, se deve confiar na expertise daquele fornecedor. Normalmente, um comprador B2B obtém 70% da informação acerca de uma marca antes da decisão de compra. É o que o Google chama de Momento Zero da Verdade, abreviado pela sigla ZMOT. Quanto mais importante for a compra, mais intensa será essa busca ― e mais bem informado estará o comprador.

Nesse contexto, os seminários na web ― os webinars ― são uma oportunidade. Eles ajudam a posicionar a marca.

“As pessoas usam webinar para se educar sobre você. É uma fonte-chave de dados”.

A afirmação é de Mark Bornstein (@4markb), diretor sênior de content marketing da ON24. Numa apresentação dele em parceria com o Content Marketing Institute, na semana passada, foram apresentados dados de um levantamento feito pela ON24 com 26.000 eventos online hospedados por ela. Os dados são permeados por algumas recomendações.

  • Comece a promover seu webinar com três semanas de antecedência. Afinal, 16% das pessoas se inscrevem pelo menos três semanas antes do evento.
  • Mantenha a divulgação até o dia do webinar, pois 28% dos inscritos se cadastram no webinar poucas horas antes de seu início.
  • Deixe disponível a gravação de seu webinar, uma vez que 42,9% dos inscritos assistem a ele ao vivo e 21,7%, por on-demand.
  • Os participantes ficam, em média 56 minutos online num webinar com duração de até uma hora.
  • Use ferramentas de interação, como chat, redes sociais e afins. De cada cem webinars, 85 utilizam esse recurso, sendo que 38 ativam de alguma forma uma rede social.∞
Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se