Snapchat, a nova febre social

snapchat.com

Sabe aquela situação em que você pega o seu celular, seleciona uma foto e mostra a uma pessoa? Você apenas mostrou a foto, de forma efêmera, sem compartilhá-la.

Pois bem, um dos aplicativos mais populares entre os adolescentes no mundo todo faz justamente essa função. Chama-se Snapchat, disponível gratuitamente para celulares Android e iPhone.

Como funciona
O usuário envia uma foto ou vídeo a um amigo. O arquivo fica disponível de 1 a 10 segundos no celular do amigo. Quem define a duração do arquivo é o emissor da mensagem. Depois o arquivo desaparece para sempre. Não há um repositório de imagens nem vídeos.

A ideia é justamente mostrar imagens sem correr o risco de entregá-las definitivamente aos outros e sem publicá-las. Imagens de caráter mais íntimo ou sobre as quais recaiam direitos autorais podem ser compartilhadas para um pequeno grupo.

É bem diferente da lógica das redes sociais, em que o recompartilhamento poderia causar embaraço ou sérios problemas.

Por enquanto, o aplicativo é popular entre jovens. Ainda não se sabe em que proporção alcançará outras faixas etárias.

Investimento
Segundo o CEO, Evan Spiegel, o Snapchat tem 5 milhões de usuários e provê o compartilhamento de 150 milhões de imagens por dia, marca muito superior à do Instagram. Em outubro de 2012, eram apenas 20 milhões.

Em fevereiro de 2013, o aplicativo recebeu um aporte de US$ 13,5 milhões do Benchmark Capital’s Mitch Lasky, que avaliou a empresa entre US$ 60 e US$ 70 milhões. O número de usuários continua crescendo, com a App figurando muitas vezes entre as mais baixadas na Apple Store, e há rumores de que o valor da empresa hoje passe de US$ 800 milhões.∞

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se