Dez Crenças do Mercado de Comunicação 2015

Lançamos em 2014 dez afirmações provocativas para o mercado de Comunicação. Então, pedimos aos profissionais que apontassem se discordam delas ou se concordam com elas.

Neste ano, repetimos a dose. Lançamos novamente sentenças polêmicas, como a que diz que o Facebook está em declínio ou a que afirma que jornalistas de redação são dependentes de assessores de imprensa. A pesquisa recebeu 1.084 respostas. Mais uma vez, observamos as reações e — mais do que isso — comparamos os resultados de um ano com o outro. Eis alguns destaques:

  • A maioria dos profissionais de Comunicação brasileiros entende que métricas de redes sociais sejam capazes de mensurar o sucesso de um trabalho de comunicação corporativa.
  • Quatro em cada dez respondentes encaram os vídeos como a principal mídia da internet.
  • Cresce a percepção de que as mídias sociais vão substituir veículos de comunicação.
  • Cai a percepção de que o Facebook esteja em declínio.

Ficha técnica
:: Autoria da pesquisa: André Rosa e Cassio Politi (Tracto).
:: Amostra: 1.084 respondentes.
:: Publicação do relatório de 7/5/2014.
:: Formato do arquivo para download: PDF.

Download gratuito