Para que um blog corporativo não serve?

Embora alguns possam considerar o blog uma ferramenta ultrapassada, blog continua sendo um poderoso agregador de conteúdo. Não é difícil elaborar uma lista extensa das funcionalidades de um blog, mas optamos por fazer o inverso: apontar duas finalidades para as quais um blog NÃO serve.

A primeira forma é o uso apenas institucional da plataforma. Afinal, presença digital não é apenas estar na web, mas ouvir, falar na hora certa e criar laços com as pessoas. Apenas estar presente não cria laço algum. A efetiva presença implica mostrar aquilo que a marca domina, pela qual tem paixão e autoridade, e sobre a qual gostaria de conversar com os stakeholders. Para essa finalidade, um blog pode ser a ferramenta perfeita.

O segundo erro comum de marcas é pensar no blog com uma cabeça de papel, pensando em utilizá-lo para expor o portfólio de serviços e produtos. Para muitas empresas, funciona como uma espécie de repositório de panfletos, como releases ou outras mensagens que tenham muito do ‘compre, compre, compre’ em seu discurso.

Ao evitar esses dois erros comuns, a empresa aumenta a oportunidade de fazer do blog uma ferramenta de posicionamento, construindo uma comunidade ou um relacionamento, além de abrir a possibilidade de diálogo.

Podcast
O conteúdo deste texto foi pinçado de um podcast sobre blogs gravado pelos jornalistas André Rosa e Cassio Politi, especialistas da Tracto em content marketing. Ouça abaixo o podcast.∞