Leitura de notícias por mobile cresce no Brasil e no mundo

Um estudo do Reuters Institute for the Study of Journalism, de Oxford, na Inglaterra, mostra que 37% das pessoas acessam notícias de seus smartphones ― e 20% de seus tablets ― pelo menos uma vez por semana. A pesquisa foi realizada com 18 mil consumidores de notícias de dez países: Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Dinamarca, Finlândia, Espanha, Itália, Brasil e Japão.

No Brasil, os índice de leitura são de 35% para smartphone e 20% para tablets.

Leitura de notícias em dispositivos móveis -Reuters Institute for the Study of Journalism

A tabela mostra que houve crescimento de 2013 para 2014. Foram 12 pontos percentuais em smartphones e 6 pontos em tablets.

O estrategista digital Nic Newman, um dos co-autores do estudo, explica por que o estudo apresenta dados separados por dispositivo.

“As pessoas falam de smartphones e tablets juntos, mas acredito que smartphones sejam realmente os disruptores”

Somente 11% dos respondentes pagaram para obter notícias no ano passado. Nesse aspecto, o Brasil está bem acima da média. Seis em cada dez leitores brasileiros dizem estar dispostos a pagar para obter notícias. No Reino Unido, por exemplo, foram só 7%. ∞