Gmail muda regras e prejudica comunicação por e-mail

O artigo a seguir é de autoria de Tom Foremski. Foi originalmente publicado no Silicon Valley Watcher e no Meme Burn, seu parceiro. Fizemos uma tradução livre e a publicamos abaixo.∞


O novo Gmail está filtrando seus maiores concorrentes: outros e-mails marketing

E-mail promocional tem há muito tempo sido uma maneira eficiente de entregar mensagens comerciais autorizadas e muitas redescobirram esse método após testá-lo com publicidade, campanhas em mídias sociais e outras novas formas de marketing online.

Contudo, mudanças recentes no Gmail, o serviço de e-mail do Google, tem deixado pessoas de marketing muito preocupadas.

O serviço de e-mail gratuito começou a filtrar e-mail e colocá-los na pasta separada chamada “Promoções”, o que os tira da posição original, que era a caixa de entrada dos usuários. Profissionais de marketing estão preocupados porque as taxas de conversão serão afetadas pelas mudanças lançadas pelo Google para seus 425 milhões de usuários. E eles talvez estejam certos.

Ao Wall Street Journal, Drew Fitzgerald diz:

“No mês passado, o MailChimp [um dos principais serviços de e-mail do mundo] notou que o percentual de e-mails abertos pelos seus 3 milhões de clientes caiu um ponto percentual para o Glmail, para algo em torno de 12% a 13%. Análises do Hubspot mostram que o percentual de usuários de Gmail que abriram e-mails de seus clientes caiu ligeiramente durante o verão [nos Estados Unidos].”

Tudo isso está muito alinhado às estratégias recentes do Google de isolar empresas que ofereçam serviços online porque as enxerga como concorrentes de seus próprios serviços.

Por que empresas pagariam para outras empresas para promover conteúdo e negócios online no Gmail se o Google oferece isso pelo serviço de AdWords?

As mudanças do Google no Gmail refletem as recentes mudanças nas suas regras de links e palavras-chave de releases de imprensa. Novamente, releases são frequentemente enviados para promover negócios on-line e é justamente isso o que o Google oferece.

O algoritmo de pesquisa fornece uma grande quantidade de negócio on-line por meio de tráfego livre na web, mas isso é feito com base no fato de que esses sites realmente prestam um serviço valioso. O Google odeia qualquer coisa que tente enganar seu algoritmo de busca para fornecer um negócio on-line com um potencial superior de ranqueamento. Isso se consegue jogando com o algoritmo de SEO.

O mesmo vale para o Gmail. O surgimento da pasta “Promoções” é parte dessa estratégia para deixar os concorrentes de fora. Qualquer coisa que exija um clique extra reduz o tráfego significativamente.

É duro ser um profissional de marketing online e será ainda mais duro agora que o Google está reforçando suas estratégias competitivas. Afinal, a audiência do Gmail pertence ao Google e a carona gratuita que profissionais de marketing e RP têm aproveitado será cada vez mais difícil de aproveitar.

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se