Facebook: mais équio do que a concorrência

Personagem fez sucesso chegou a ter livro publicado

Personagem do Casseta & Planeta Urgente fez sucesso e virou livro

Por que você quer que as pessoas curtam a sua fan page?

Em cada cem pessoas, 91 não sabem responder. Elas não têm um plano de comunicação que gerencie as ferramentas com foco em resultados. Foi esse o resultado de uma enquete de uma webinar realizada pelo Content Marketing Institute, dos Estados Unidos, na semana passada.

Se você faz parte do seleto grupo de 9% de profissionais que sabem concatenar os resultados de Facebook com outras táticas ― como blog corporativo, webinar, vídeo etc. ―, está dispensado de ler o restante deste post.

Mas você provavelmente faz parte da massa dos 91%. Então, vou resgatar um personagem que fez sucesso na TV há pouco mais de dez anos. Estou falando do Seu Creysson. Lembra-se dele? Era o carismático empreendedor que vendia tranqueiras a pessoas de classes sociais mais baixas. Seus anúncios sempre terminavam com uma vinheta que dizia “Seu Creysson” com efeito de eco, que ele chamava de équio.

Em certo momento, a turma do Casseta & Planeta Urgente, autora do personagem, fez acirrar a concorrência entre Seu Creysson e as Organizações Tabajara, que vendiam produtos mequetrefes para o mesmo público-alvo. Eis que suas propagandas, também marcadas pelo eco, ganharam o seguinte encerramento do locutor: “Agora com mais eco do que a concorrência”. A guerra pelo eco fez sucesso dentro do programa de humor.

Agora pare e pense: fazer campanhas para obter no Facebook curtidas de pessoas que não estão verdadeiramente interessadas em sua marca faz sentido? Ou você apenas quer ter mais fãs do que a concorrência? Para não cair na disputa vazia por um número que parece dizer muito, mas sem correlação com vendas, responda a seguinte pergunta: como essas pessoas se transformam em receita?.

A resposta precisa ser objetiva, fundamentada, convincente. Conjecturas não valem. Vou dar um exemplo positivo: se os fãs da página se transformam em participantes de eventos online, a métrica é válida. Dali a se tornarem clientes, é um pulo. E fica fácil saber se eles vieram ou não do Facebook. Outro exemplo: uma empresa de mídia, que vende anúncios, sabe que seus patrocinadores pagarão mais pela audiência apresentada no Facebook se ela for significativa.

Número de fãs na página é uma métrica. Para ser relevante, uma métrica precisa estar no contexto da geração de negócios. Se você não for capaz de explicar convincentemente como, afinal, aquela audiência no Facebook se reverte em resultados, o número de fãs será tão importante quanto ter mais eco do que a concorrência.∞

Cassio Politi é fundador da Tracto e do All Metrics. Foi em 2016 palestrante do Content Marketing World, o principal evento do tema no mundo, em Cleveland, nos Estados Unidos. Nesse mesmo ano, foi apontado pela Traackr como o 9º mais influente profissional de marketing de conteúdo da América Latina. E aparece na lista dos 50 mais influentes do mundo publicada pelo Top Blogger.

Foi eleito o profissional de content marketing do ano pela Digitalks em 2015. É desde 2014 o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. É autor do livro Content Marketing - O Conteúdo que Gera Resultados, publicado em 2013. Presta consultoria para grandes empresas brasileiras e multinacionais. Já conduziu palestras, treinamentos in company e cursos abertos em 25 estados.

→ Siga no Twitter: @tractoBR.
→ Leia os artigos de Cassio Politi na Tracto.
→ Veja o perfil completo de Cassio Politi.
Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se