Empresas americanas são multadas por falsos reviews de produtos

O procurador-geral do Estado de Nova York, nos Estados Unidos, anunciou na semana passada que 19 empresas especializadas em SEO concordaram em pagar multas que totalizam US$ 350 mil. O motivo: elas publicaram falsas avaliações de clientes. As informações são do Search Engine Roundtable.

O objetivo dos praticantes de falsos reviews é influenciar os consumidores a comprar depois de lerem avaliações positivas sobre produtos ou serviços. A prática partia de empresas de SEO — sigla de Search Engine Optmization que se refere a um conjunto de técnicas que visam a dar relevância para um termo nos resultados de buscas do Google.

A investigação da procuradoria-geral foi batizada de “Operação Relva Limpa”. O anúncio oficial pontua que as empresas têm se preocupado cada vez mais com sua reputação online. E, então, empresas de SEO oferecem gerenciamento da reputação online como parte de seus serviços.

A trapaça não se resumia a apenas falsificar textos. A investigação apurou que empresas de SEO usam artimanhas avançadas para manipular endereços de IP e, assim, esconder suas identidades, bem como a criação de centenas de falsos perfis de consumidores.∞

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se