Dez crenças do mercado de comunicação

Dez crencas do mercado de comunicacao - ThumbnailVocê já deve ter ouvido sentenças do tipo “os impressos estão mortos”. Ou constatações de que assessoria de imprensa vai hoje muito além do contato com jornalistas. Ou você talvez já tenha entrado em discussões sobre a possível derrocada do Facebook.

Afinal, o que pensam os jornalistas sobre essas crenças?

Reunimos dez afirmações e pedimos a 700 profissionais de comunicação que apontassem se concordam com elas ou se discordam delas.

Eis o que resumidamente pensam os profissionais de comunicação do Brasil.

  • Assessoria de imprensa não é mais a principal atividade de comunicação corporativa.
  • Para uma empresa fazer uma boa comunicação, não basta ter uma fan page no Facebook.
  • Blog corporativo é forte em outros países, mas não pegou no Brasil.
  • As mídias sociais não vão substituir os veículos de comunicação.
  • Um assessor de imprensa eficiente faz um trabalho qualitativo em vez de enviar releases por e-mail para uma grande quantidade de jornalistas.
  • Empresas precisam produzir conteúdo útil para seus públicos.
  • Os veículos de comunicação impressos não morreram.

Outras afirmações dividem os profissionais:

  • A maior parte (52%) acredita que o Facebook não esteja em fase de declínio no Brasil. Mas 39% acham que a rede social esteja começando a entrar na fase decadente.
  • 52% acreditam que jovens agências digitais entendam de novas mídias, mas não de comunicação. Essa opinião é mais acentuada entre os profissionais com mais de 50 anos de idade do que entre aqueles que não chegaram aos 30.
  • 43% entendem que redações sejam dependentes do material de assessoria de comunicação, mas 53% entendem que não.

Download da apresentação
O relatório da pesquisa foi apresentado num webinar nesta terça-feira (25) e está compilado em um e-book, cujo download gratuito pode ser feito pelo endereço abaixo.
http://tracto.me/crencas2014

Cassio Politi é fundador da Tracto e do All Metrics. Foi em 2016 palestrante do Content Marketing World, o principal evento do tema no mundo, em Cleveland, nos Estados Unidos. Nesse mesmo ano, foi apontado pela Traackr como o 9º mais influente profissional de marketing de conteúdo da América Latina. E aparece na lista dos 50 mais influentes do mundo publicada pelo Top Blogger.

Foi eleito o profissional de content marketing do ano pela Digitalks em 2015. É desde 2014 o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. É autor do livro Content Marketing - O Conteúdo que Gera Resultados, publicado em 2013. Presta consultoria para grandes empresas brasileiras e multinacionais. Já conduziu palestras, treinamentos in company e cursos abertos em 25 estados.

→ Siga no Twitter: @tractoBR.
→ Leia os artigos de Cassio Politi na Tracto.
→ Veja o perfil completo de Cassio Politi.