Como lidar com a área de comentários em órgãos públicos? [Testemunhal]

[fsg_gallery id=”1″]

Quando um órgão público mantém uma área de comentários, como lidar com os usuários que fazem críticas pesadas?

É esperado que elas existam. Afinal, é direito do cidadão discordar, reclamar, protestar. Especificamente para o caso de governos, são frequentes as motivações políticas para acalorar o debate.

Não abrir espaço para debate é sempre uma opção para qualquer blog, fan page ou site. Mas governos que não estiverem abertos ao diálogo podem conotar aversão à transparência, o que representa um problema ainda maior.

Como lidar com essas pressões?

Conceitualmente, vale o mesmo princípio adotado por empresas privadas. Um conjunto de regras deve ficar disponível para os usuários. Vale para blog e fóruns em redes sociais, o que inclui os próprios comentários na fan page.

Em linhas gerais, a ideia é coibir comentários desrespeitosos (que ofendam ou contenham palavrão, por exemplo) ou que fujam ao tema em questão. Críticas devem ser aceitas ― e bem-vindas ―, pois podem representar uma oportunidade de solução.

O debate
Essa questão não estava na pauta, mas veio à tona durante a oficina Redes Sociais: Como Gerar Conteúdo e Mensurar Resultados, que ministrei no último sábado (17), em Maceió. E mereceu especial atenção, principalmente dos profissionais de órgãos públicos. Não conseguimos chegar a uma fórmula que valesse para todos, o que é muito positivo. Afinal, fórmulas ameaçam a capacidade de comunicação de uma empresa, seja ela privada ou pública.

Os 35 alunos da oficina foram convidados a compartilhar um conhecimento que adquiriram no curso, realizado em parceria com a Em Contexto. As contribuições estão listadas a seguir.∞


Alcilene Vieira Ferreira @alcilenevieiraf
Para obter bons resultados nas redes sociais, é importante focar no público-alvo.


Maria Amelia Sandes
A vida útil de um post tem limite diferenciado de acordo com a mídia. Estudar cada rede é o caminho para dar certo.


Catarina Rodrigues @Cacau_Rodrigues
Enquanto instituição, posso calcular com métricas os meus seguidores e otimizar o meu conteúdo, sendo mais vista e mais falada.


Clau Soares @clausoares
As informações veiculadas nas redes sociais devem ser inspiradas na trajetória da empresa.


Danielle Cândido @daniellecandido
Para conteúdo nas redes sociais, não importa os “Qs” do lead, e sim a informação relevante, a conclusão importante.


Eliclicia de Oliveira Silva @eliclicia
Defina metas atreladas aos objetivos e que estejam conectadas com os desejos da empresa antes de planejar como será sua presença nas redes sociais.


Gabriela Palmeira @gabipalmeira
O uso eficiente das redes sociais depende exclusivamente da utilização correta das mesmas. Ou seja, aprenda e depois crie, curte, compartilha ou tuíta.


Helciane Angélica Santos Pereira @
Redes sociais são ferramentas importantes para a integração e difusão do conhecimento. E as empresas percisam humanizar sua atuação, conhecer seu público e saber o que ele deseja.


Lucas Malta de Campos
Só entendeno as redes sociais, podemos usá-las melhor.


Laís Pita @pitalais
Menos é mais. Publicar em uma fan page várias vezes ao dia não significa um uso eficaz da rede.


Lívia Calheiros Vasconcelos @liviacalheiros
Segmentar traz mais relevância na rede social. Eu antes achava que quanto mais genérico, melhor.


Luiza Barreiros @luizabarreiros
Compartilhe seu conhecimento, não fale de você mesmo.


Mariana Lima @eumarilima
Renata não é ingrata. Ingrato era não pensar nela.
[Renata é a persona que a Tracto usa. Entenda melhor aqui: http://tracto.me/1min]


Marina Lima de Góes @camara_maceio
Ferramenta e conteúdo são necessários em nosso dia a dia.


Nathalia Honci @
Não adianta comunicar sem tentar entender quem é seu público.


Ricardo Lima @ricolimamac
A definição do objetivo, do propósito em utilizar essa ou aquela rede social, é vital para o trabalho de social media.


Sarah Mendes @sarinham
As redes sociais revolucionaram a forma de se comunicar e de interagir.


Thiago Ávila @thiagoavila1981
Defina bem seus objetivos nas redes sociais.


Cassio Politi é fundador da Tracto e do All Metrics. Foi em 2016 palestrante do Content Marketing World, o principal evento do tema no mundo, em Cleveland, nos Estados Unidos. Nesse mesmo ano, foi apontado pela Traackr como o 9º mais influente profissional de marketing de conteúdo da América Latina. E aparece na lista dos 50 mais influentes do mundo publicada pelo Top Blogger.

Foi eleito o profissional de content marketing do ano pela Digitalks em 2015. É desde 2014 o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. É autor do livro Content Marketing - O Conteúdo que Gera Resultados, publicado em 2013. Presta consultoria para grandes empresas brasileiras e multinacionais. Já conduziu palestras, treinamentos in company e cursos abertos em 25 estados.

→ Siga no Twitter: @tractoBR.
→ Leia os artigos de Cassio Politi na Tracto.
→ Veja o perfil completo de Cassio Politi.