Como assessores de imprensa vão dominar content marketing

Temos aqui, na Tracto, uma convicção: content marketing é um prato cheio para assessores de imprensa. Ninguém melhor do que eles para desenvolver essa atividade no Brasil, mais ou menos como fizeram as agências e departamentos de PR (public relations) nos últimos anos nos Estados Unidos. Esse foi o tema do webinar que apresentei nesta terça-feira (7), que contou com 456 inscritos de 23 estados, além de Espanha e Portugal.

Essa convicção se baseia em cinco premissas:

  1. Content Marketing é uma questão de estratégia, e não de ferramentas. Profissionais de comunicação corporativa precisaram desenvolver essa expertise ao longo dos últimos 20 anos. Agora é só uma questão de adaptá-la a outras formas de comunicação.
  2. O background do content marketing é o Jornalismo, mesmo pilar da assessoria de imprensa. Afinal, trabalha com informação confiável, clara, segmentada. Essa cultura de produzir conteúdo com seriedade e baseada em técnicas, o assessor tem em seu DNA.
  3. Content marketing demanda intimidade com a marca. Isso significa compreender as dificuldades e os desafios da comunicação nos momentos bons e ruins. Conviver com o assessorado nos momentos de alegria e de tristeza é algo inerente à assessoria.
  4. Assessores não aderiram à monocultura do Facebook, que felizmente está chegando ao fim. Isso significa que eles não se tornaram viciados em uma única plataforma. Agora, têm plenas condições de enxergar cada uma das táticas de content marketing como meio, e não como fim.
  5. Talvez por premissas similares, nos Estados Unidos o mercado de content marketing foi dominado pelos profissionais de PR, que equivale a assessoria no Brasil, embora as formações universitárias sejam diferentes lá e cá.

E, para que essa transformação aconteça no Brasil, os assessores precisarão agir em diversas frentes. Listo cinco delas a seguir.

  1. Focar no consumidor, e não só em imprensa. Isso já é feito de alguma forma na atualização de redes sociais, mas, para migrar para outros canais, será preciso intensificar esse novo foco.
  2. Assimilar que nem todo ROI (retorno sobre investimento) significa vender mais. A empresa pode buscar posicionamento, fortalecimento da marca ou outro benefício que não seja gerador de receitas imediatas.
  3. Aprimorar a forma de se contar histórias. Em vez de release, storytelling.
  4. Dominar desenvolvimento de buyer personas.
  5. Aprender a mensurar resultados com mais precisão. Em assessoria, essa sempre foi uma dificuldade, que agora precisa ser superada.

Veja abaixo a gravação do webinar.

E veja a apresentação utilizada no webinar, que está disponível para download também em nosso canal no SlideShare.∞

Cassio Politi é fundador da Tracto e do All Metrics. Foi em 2016 palestrante do Content Marketing World, o principal evento do tema no mundo, em Cleveland, nos Estados Unidos. Nesse mesmo ano, foi apontado pela Traackr como o 9º mais influente profissional de marketing de conteúdo da América Latina. E aparece na lista dos 50 mais influentes do mundo publicada pelo Top Blogger.

Foi eleito o profissional de content marketing do ano pela Digitalks em 2015. É desde 2014 o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. É autor do livro Content Marketing - O Conteúdo que Gera Resultados, publicado em 2013. Presta consultoria para grandes empresas brasileiras e multinacionais. Já conduziu palestras, treinamentos in company e cursos abertos em 25 estados.

→ Siga no Twitter: @tractoBR.
→ Leia os artigos de Cassio Politi na Tracto.
→ Veja o perfil completo de Cassio Politi.