Home Técnicas Inbound Marketing Inbound e email marketing: uma salada de conceitos que confunde o mercado

Inbound e email marketing: uma salada de conceitos que confunde o mercado

5 min de leitura

Você realmente usa automação de marketing? Ou usa apenas uma ferramenta de email com alguns recursos avançados? Talvez a resposta não esteja muito clara em sua cabeça, mas não se culpe por isso. Ferramentas de inbound e email marketing cada vez se confundem mais. Este não é um fenômeno exclusivo do mercado brasileiro.

Uma pesquisa da Ascend2 reportada pela Publishing Executiva, ambas dos Estados Unidos, mostra essa realidade em âmbito global. Foram entrevistados 215 profissionais responsáveis pela estratégia de marketing de suas empresas. Quando perguntados sobre o tipo de tecnologia que usam, a resposta foi esta:

inbound e email marketing
Perceba que automação é usado por apenas quatro em cada dez profissionais.

Para ver isso acontecer na prática, basta fazer um teste. Experimente cadastrar-se em mailings de empresas brasileiras. Você encontrará duas práticas distintas.

  • Algumas farão um simples e desgastante bombardeio de emails, ora em massa, ora individuais (drip campaigns), conforme o usuário faz uma ação, como baixar um PDF ou visitar uma página. Isso é email marketing.
  • Outras farão abordagens diferentes à medida que aquele cadastro (ou lead) é nutrido. As decisões de novos conteúdos e novos contatos será sempre tomada com base no histórico de suas atividades. Por exemplo, um usuário que acaba de se cadastrar recebe tratamento diferente daquele que já consumiu dez conteúdos, muitos dos quais de meio ou fundo de funil. Isso é automação de marketing.

Há diferença entre inbound e email marketing. E daí?

Inbound e email marketing são ferramentas de content marketing. Ambas incluem o disparo de emails e quase sempre cobram seus clientes pelo tamanho do mailing ou, então, pela quantidade de envios mensais.

A diferença é que as ferramentas de automação — que são a base do inbound marketing — possuem algumas funcionalidades a mais. Teste A/B de email, landing pages, lead scoring, relatórios avançados, integração com CRM e formulários dinâmicos são alguns exemplos. Elas buscam atender usuários que tenham objetivos que vão além de enviar emails, como mostra um estudo da Regalix publicado também em 2015. Eles responderam quais benefícios buscam obter.

inbound e email marketing

Acontece que esses dois tipos de plataformas estão cada vez mais parecidos. Não é difícil para uma ferramenta de email acrescentar essas funcionalidades. O último a seguir por esse caminho foi o MailChimp, uma das mais populares plataformas de email marketing do mundo. Na semana passada, a empresa anunciou o lançamento de novos recursos de automação para seus clientes. A novidade foi noticiada por sites de peso nesta indústria, como Tech Crunch e Media Post.

inbound e email marketing

Na realidade, o MailChimp já disponibiliza há muitos anos os recursos de inbound. O que muda agora é que ele começa a se posicionar como tal. Por ser um dos principais benchmarks nessa indústria, deve estimular outras a fazerem o mesmo.

A explosão de fornecedores

Uma busca pelos termos “inbound marketing” e “email marketing” no Google Trends mostra ascensão de um e a queda do outro no Brasil nos últimos cinco anos. Isso reforça a ideia de que, com a comoditização dos recursos de automação, os termos cada vez mais sejam percebidos como sinônimos — ou algo próximo disso.

inbound e email marketing

A comoditização de recursos é um consequência natural da comodotização das próprias ferramentas. Segundo a Chief Martec, existem neste momento 212 players nos Estados Unidos. No ano passado, eram 156. A contagem é feita desde 2011, quando havia apenas 16.

inbound e email marketing
Clique na imagem para vê-la ampliada.

Desses 212 competidores em atividade no mercado em 2017, 142 são os mesmos de 2016.  Quatro trocaram de nome, foco ou sócios. Dez deixaram de existir, pois foram comprados ou saíram do mercado. E nada menos que 66 foram criados neste ano.

Este mesmo tema em podcast

Você percebeu que lá no topo da página há um player do Podcast Tracto com um podcast que fala sobre inbound e email marketing? Publicamos toda segunda-feira, às 9h, um podcast de 15 a 20 minutos trazendo dicas de boas práticas em marketing de conteúdo que tiveram repercussão na semana passada. De forma bem objetiva, e com uma boa edição, abordamos também alguns cases, novidades técnicas e dicas de ferramentas. Vale a pena experimentar!∞

Cassio Politi
Cassio Politi é fundador da Tracto e do All Metrics. Foi em 2016 palestrante do Content Marketing World, o principal evento do tema no mundo, em Cleveland, nos Estados Unidos. Nesse mesmo ano, foi apontado pela Traackr como o 9º mais influente profissional de marketing de conteúdo da América Latina. E aparece na lista dos 50 mais influentes do mundo publicada pelo Top Blogger.

Foi eleito o profissional de content marketing do ano pela Digitalks em 2015. É desde 2014 o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. É autor do livro Content Marketing - O Conteúdo que Gera Resultados, publicado em 2013. Presta consultoria para grandes empresas brasileiras e multinacionais. Já conduziu palestras, treinamentos in company e cursos abertos em 25 estados.

→ Siga no Twitter: @tractoBR.
→ Veja o perfil completo de Cassio Politi.
Veja mais posts em Inbound Marketing
Você tem autorização para republicar este post em seu site. As condições indispensáveis para isso são: (1) Dar o devido crédito para a Tracto; (2) Criar um link de seu site para este post.

Post relacionado

Qual a diferença entre meta e objetivo?

A diferença entre meta e objetivo é a base de muitas decisões relacionadas a estratégia de…