Aumento constante da base faz Pinterest ganhar força no content marketing

Whole Foods Market - 305x170pxUma rede social que ganha novos entrantes e mais força como plataforma para o content marketing é o Pinterest. No meio do ano passado, já registrava mais de 27 milhões de visitantes únicos e 220 milhões de page views por dia, tornando-se um ambiente bastante interessante para muitas marcas.  Imagens são o forte na rede e, de fato, elas precisam ser bem elaboradas para chamar a atenção e ganhar repins, o que torna o Pinterest uma rede muito útil para marcas com apelo visual, como as ligadas ao mundo fashion ou de decoração, mas há algumas empresas de serviços que conseguem explorar a rede com infográficos, citações, vídeos, etc. O legal aqui é que, diferente do que acontece no Facebook e no Twitter, em que o usuário curte e o conteúdo corre rapidamente na timeline tornando-se difícil encontrá-lo depois, os painéis do Pinterest tornam o conteúdo perene no perfil do usuário, que pode visualizá-lo sempre que quiser.

Uma marca que serve de inspiração no Pinterest pelo trabalho bastante ativo na rede é a Whole Foods Market. Além de explorar muito bem seus produtos, a empresa sabe segmentar seus painéis, escolher bem pinagens e repinagens para cada uma delas, e explorar outras imagens além de fotos de seus produtos em ação. Veja exemplos da empresa americana usando frases (frisson entre os usuários do Pinterest) e infográficos, muito relevantes no contexto da rede social.

Os bastidores e a história da empresa também podem ser contados em painéis no Pinterest. Como faz a Shiseido dos Estados Unidos, mostrando o diretor de criação da empresa em ação. Dicas e passo a passo também são bastante buscados na rede social. A Leroy Merlin Brasil faz isso em um de seus painéis. Nem sempre os painéis estão diretamente relacionados aos negócios da marca. A Maria Filó tem um painel voltado somente para inspirações artísticas, o que faz sentido para uma marca de roupa cool.

A pinagem ou repinagem de imagens relacionadas a assuntos relevantes para a sua marca e sua audiência também é importante para difundir conteúdo pela rede e se relacionar com outros usuários.

Há muitas possibilidades a serem exploradas ainda, como vídeos, as postagens do blog, testemoniais, lançamento de produtos e eventos. Só me parece que a rede precisa ser encarada como um investimento de longo prazo, pois a formação de audiência é um pouco mais lenta do que em outras redes sociais e é preciso, de fato, ter uma boa produção de imagens (o que muita marca não está disposta a bancar, diga-se de passagem), saber fazer um mix de conteúdos, pinar com frequência e tentar entender o que a sua audiência está buscando no Pinterest e como você pode fisgá-la com conteúdo exclusivo que realmente interesse a ela.∞


Ana Carolina Barbosa (@ana2302) é sócia e diretora criativa da Cabrun! (@cabrunconteudos), agência de content marketing especializada em conectar marcas e pessoas por meio da gestão de conteúdos. É jornalista, especialista em mídias institucionais e em branding. Tem expertise no mercado de mídia e entretenimento, tendo atuado em publicações voltadas para o mercado audiovisual.

→ Veja todos os artigos de Ana Carolina Barbosa na Tracto.
 

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se