20 previsões de content marketing para 2015. Quantas estarão certas?

Sou como a maioria das pessoas: duvido de previsões para o ano seguinte, mas leio todas porque podem indicar tendências.

Perdi as contas de quantas previsões para content marketing em 2015 li neste mês de dezembro, especialmente em inglês. Decidi, então, compilá-las em uma lista de 20 itens. Cabe dizer que me ative a sites de credibilidade que leio rotineiramente. Outro aspecto relevante: as previsões dizem respeito ao mercado dos Estados Unidos. Talvez a maioria só venha a se aplicar ao Brasil dentro de alguns anos.

Fica aqui uma importante promessa: daqui a um ano, no final de 2015, resgatarei esta matéria para prestar contas e descobrir quantas destas previsões eram, afinal, pertinentes:

  1. Conteúdo superficial, como memes, começarão a ser vistos como lixo. As marcas publicarão menos conteúdo com mais qualidade. Usarão todos os canais (redes sociais, inclusive) para contar uma história única.
  2. As empresas terão mais preocupação em entregar conteúdo altamente segmentado. Será a busca pelo conteúdo certo para a pessoa certa, na hora certa e pelo canal certo.
  3. Nessa busca por qualidade de conteúdo, marcas contratarão mais jornalistas. Será um ano promissor para profissionais dessa área.
  4. A geração de leads e vendas por meio de content marketing finalmente se tornará mais amigável. As empresas conseguirão transformar audiência em clientes sem que isso desgaste a relação com o público. Os profissionais de marketing vão se importar mais com resultados comerciais do que com audiência.
  5. O relacionamento da marca com o público mudará. O conteúdo de marca será produzido de forma mais colaborativa. Muitas empresas descobrirão meios de fazer com que clientes, parceiros e colaboradores produzam conteúdo.
  6. As empresas B2C buscarão dar mais apelo mais emocional ao seu conteúdo.
  7. Empresas B2B apostarão mais em revistas impressas.
  8. Os orçamentos darão mais atenção à promoção e distribuição do conteúdo do que à sua produção, que se tornará mais contínua e menos baseada em campanha. Nesse contexto, o Facebook oferecerá mais ferramentas (e melhores) para empresas. Ao mesmo tempo, mais e mais marcas construirão seus próprios canais de distribuição de conteúdo.
  9. O Facebook será declarado como uma plataforma inútil para B2B.
  10. As marcas publicarão cada vez mais conteúdo multiplataforma —com foco especial em mobile.
  11. Os conteúdos se tornarão cada vez menos baseados em texto e mais em visual. Será a vez do vídeo online.
  12. Conteúdo em áudio, como podcast, também ganhará força.
  13. Agências começarão a comprar ou desenvolver plataformas para dependerem de tecnologia, e não apenas de talento. Pelo menos uma grande agência fará a aquisição de uma grande plataforma de serviço online.
  14. Um novo serviço de foto digital gratuita surgirá.
  15. O receio com conteúdo patrocinado e native advertisement diminuirá. Talvez não tanto entre os críticos, mas entre as marcas.
  16. O bom humor estará mais presente no comportamento das marcas na internet. Elas vão rir mais de si próprias.
  17. E-mail e outbound (mídia de massa, por exemplo) ganharão força.
  18. O Google Plus vai acabar.
  19. O Google vai comprar o Twitter.
  20. O LinkedIn vai ganhar ainda mais força como plataforma de distribuição de conteúdo.

Fontes
São sete as empresas de credibilidade a que me referi como fontes primárias das previsões:

Cassio Politi é fundador da Tracto e do All Metrics. Foi em 2016 palestrante do Content Marketing World, o principal evento do tema no mundo, em Cleveland, nos Estados Unidos. Nesse mesmo ano, foi apontado pela Traackr como o 9º mais influente profissional de marketing de conteúdo da América Latina. E aparece na lista dos 50 mais influentes do mundo publicada pelo Top Blogger.

Foi eleito o profissional de content marketing do ano pela Digitalks em 2015. É desde 2014 o único sul-americano a compor o seleto júri do Content Marketing Awards. É autor do livro Content Marketing - O Conteúdo que Gera Resultados, publicado em 2013. Presta consultoria para grandes empresas brasileiras e multinacionais. Já conduziu palestras, treinamentos in company e cursos abertos em 25 estados.

→ Siga no Twitter: @tractoBR.
→ Leia os artigos de Cassio Politi na Tracto.
→ Veja o perfil completo de Cassio Politi.

Crédito da imagem associada a esta matéria: cortesia do FreeDigitalPhotos.net

Métricas de Mídias Sociais, Content e Inbound Marketing | Master Class | 9 de dezembro | São Paulo Saiba mais
Content Marketing Brasil: conteúdo incrível, online e gratuito! Inscreva-se